Arquitetura dos Palafitos de Castro, Chiloé

São de arquitetura construída com madeiras nativas da floresta perene de Chiloé, as estacas sobre a água são de densa Luma e Cipreste Guaitecas, e os revestimentos de parede, como os azulejos, são de laricio.

Com 2 frentes, uma voltada para a rua e outra voltada para o canal, que serve de cais-esplanada onde se atracam os barcos, normalmente interligados por pontes e passeios de madeira. Essas características foram formando uma proximidade entre o mar e a terra.

As construções localizavam-se à beira-mar, pois, por se tratarem de terras públicas, baixavam muito os custos. A gratuidade das terras ocupadas ilegalmente, deu origem à fama de pobreza e precariedade por parte de seus habitantes. Ao se estabelecer e viver em terras de praia, nasceu uma condição anfíbia do morador de Chiloé na Patagônia do Chile na América do Sul.

Deixe um comentário